quinta-feira, janeiro 10, 2008

Não posso mudar


Não posso mudar o que não depende de mim. E o que demorei a aprender esta lição!
Mas posso não o aceitar.
Posso escolher que não é esse o meu caminho. Que não é essa a minha maneira de ver.
Posso mudar eu, mudar a minha vida, tantas e quantas vezes forem necessárias.
Posso ser apenas fiel ao que acredito e não ao que me custa repetidamente.

E ao fazê-lo, de repente, já nada do que me doía faz sentido.
Já nada naquele rumo me apela, já a distância me traz a paz que procurava.
Afinal era tão fácil!
Hoje brindo à mudança!
Brindo à possibilidade!
Brindo ao que ficou para trás, como a lição que aprendi e a experiência que ganhei.
Mais que tudo, brindo à vida: nova, apelativa, misteriosa!
E à felicidade que ela contém!

As Cinco

As Cinco

kEM ESTÁ CÁ

As cinco fabulosas

As nossas (h)istórias