domingo, março 02, 2008

Génios aos pontapés II

O que não consigo compreender é a mania de que os filhos são génios. A criança diz uma laracha e, pimbas, é sobredotada. A criança calha a fazer uma reflexão e, tufas, nasceu para salvar o mundo. A criança apita uma corneta e, zás, é inscrevê-la na música que está visto que é um Mozart em potência. "Não é por ser meu filho, mas é especial. É uma criança que, pronto, vê-se. Tem uma inteligência superior." Tem, tem. E os pais que vivem a acreditar nisto deviam marcar com urgência uma consulta num psi qualquer. É que, mais tarde ou mais cedo, a realidade vem ao de cima. E a criancinha é que vai pagar, quando eles perceberem que, afinal, é só um puto como outro qualquer. Genial como todos. Embirrante como todos. E às vezes um bocado estúpido, como todos.

As Cinco

As Cinco

kEM ESTÁ CÁ

As cinco fabulosas

As nossas (h)istórias